Como funciona a Inteligência Artificial e quais os benefícios para a empresa?

A inteligência artificial é uma das principais tecnologias da transformação digital e está protagonizando diversas mudanças poderosas nas empresas. Sua aplicação pode ser realizada em diferentes setores e para propósitos diversos, o que explica seu sucesso. Um estudo feito em nove países apontou que 82% das companhias que adotaram a tecnologia enxergaram um bom retorno.

Para melhorar os processos, alcançar inovação e impulsionar a TI, o financeiro e outras áreas-chave, é imprescindível saber como funciona a inteligência artificial e como se adaptar a ela. Nesse sentido, também vale a pena conhecer os principais desafios enfrentados na implementação dessa tecnologia, para conseguir superá-los.

É isso que você encontrará neste artigo. Continue a leitura e fique por dentro!

Entenda como funciona a Inteligência Artificial

A inteligência artificial é uma subárea da computação que estuda formas de tornar os sistemas mais inteligentes, com uma forte capacidade cognitiva. A partir de treinamentos, as aplicações são capazes de gerar conclusões e soluções, bem como identificar padrões e tendências. É um campo extremamente amplo e cheio de ramificações. Assim, é também um conceito que abarca vários outros.

Os algoritmos de inteligência artificial variam de acordo com o tipo de aprendizado, o qual depende do nível de intervenção humana.

Em suma, a IA visa gerar máquinas capazes de solucionar problemas para que elas consigam automatizar alguns processos e liberar a mão de obra humana para ocupações mais estratégicas. Contudo, no próprio processo de treinamento, existem algoritmos mais autônomos e outros menos. Veja como eles são divididos.

Aprendizado supervisionado

Nos modelos supervisionados, é preciso que os colaboradores treinem o sistema com uma base e com resultados esperados. Assim, espera-se que o modelo entenda como aqueles valores incorrem naquelas conclusões e desenvolva um caminho a fim de gerar novas saídas a partir de novas entradas.

Dentre os exemplos desse tipo de aprendizado, temos dois modelos: a classificação e a regressão. A classificação busca categorizar as informações em classes bem definidas, como “sim” ou “não”, “spam” ou “não é spam” etc. Já a regressão estabelece valores diretos para os resultados, como lucro em reais de uma campanha de marketing.

Aprendizado não supervisionado

Os não supervisionados não necessitam dessa base com resultados. Os funcionários só precisam alimentar o sistema com uma base que tenha sua própria lógica. Então, o algoritmo deve encontrar essa lógica e extrair conclusões. Alguns subtipos são as associações, os agrupamentos e a detecção de outliers.

Aprendizado por reforço

O aprendizado por reforço é baseado em treinar o algoritmo com recompensas. Se ele acerta uma conclusão, é premiado e, portanto, aprende que aquela saída é a certa. Se ele erra, é punido, e isso faz com que ele aprenda que aquela saída é inadequada. Carros automáticos seguem essa lógica.

Esses três tipos de algoritmos de aprendizado de máquina têm sido aplicados em massa nas empresas. Algumas aplicações estratégicas são:

  • detecção de riscos;
  • identificação de anomalias;
  • manutenção preditiva;
  • sistemas de recomendação;
  • melhor entendimento do cliente;
  • automação do atendimento ao cliente;
  • análise de negócios.

Confira os benefícios dessa tecnologia para as empresas

Explicaremos melhor agora como a inteligência artificial beneficia as corporações.

Automatiza e otimiza os processos

Essa aplicação nas empresas gera redução de erros nos processos e otimiza a precisão, já que os algoritmos são focados nos resultados e não sofrem com distrações nem com fatores externos ao seu funcionamento principal. Nesse sentido, é possível, por exemplo, aplicar a tecnologia na comunicação com o cliente, em centrais de atendimento.

Powered by Rock Convert

A IA consegue entender o que os usuários digitam, por meio do processamento de linguagem natural — outra subárea muito relevante. Esse uso é interessante porque permite que a empresa atenda aos clientes durante 24 horas por dia e 7 dias por semana.

A automação implica eficiência, uma vez que é possível ter maior produtividade em menos tempo. Por outro lado, a companhia não precisa arcar com novas contratações, visto que pode simplesmente aumentar a escala da solução para suprir novas necessidades.

Aumenta a segurança dos dados

Outro benefício de aplicar a inteligência artificial é a segurança reforçada. Com a tecnologia, as empresas conseguem analisar e monitorar riscos, com uma visão proativa e preventiva.

É possível acompanhar a rede em busca de anomalias e comportamentos suspeitos, por exemplo. Sempre que algo for detectado, a corporação pode agir para combater os riscos diretamente na raiz deles.

Além disso, se a organização implanta IA para gerenciar os dados, ela obtém maior precisão e menos falhas que levam a riscos de exposição. Afinal, vários desses problemas de vulnerabilidades surgem justamente por conta de erros humanos.

Auxilia a tomada de decisões

Tomar decisões com o auxílio da IA é mais efetivo. Com a integração de dados de diversas fontes e uma análise ampla dos cenários estudados, a empresa consegue fazer previsões inteligentes e, com isso, melhores escolhas. Essa predição pode ser aproveitar uma boa oportunidade ou simplesmente reduzir as chances de algum problema ocorrer.

Se usada no relacionamento com clientes, por exemplo, a IA pode ajudar a prever o que eles vão comprar ou querer consumir. Desse modo, a companhia tem uma base para otimizar todo o seu marketing e a experiência do cliente, com escolhas direcionadas a ele. O retorno, portanto, tende a ser maior.

Conheça os principais desafios na implementação da IA

Um dos desafios ao implantar a inteligência artificial é a existência de muitos dados e bases desorganizadas. Requer tempo para processar essas bases, limpar os registros, eliminar os vieses e, então, utilizar os dados de modo a alimentar os sistemas. Se houver uma grande quantidade de informações nesse estado, pode ser difícil lidar com essa necessidade, e o uso de IA se torna muito custoso.

Aliás, custo é outro desafio. Para gerenciar a inteligência artificial e fazer bom uso dela, a empresa precisa de uma infraestrutura adequada, com alto poder de GPU e grande espaço para armazenamento. Então, em alguns casos, a falta de investimento ou até mesmo a crise podem ser empecilhos para o fluir natural da evolução tecnológica.

Outro ponto é a escassez de profissionais. Embora exista muita demanda pelo uso de inteligência nas organizações, há uma enorme falta de pessoas qualificadas, com a devida expertise para esses trabalhos.

Também vale destacar como um obstáculo a resistência dos colaboradores da companhia a inovações com IA, justamente por não haver uma cultura de cultivo a soluções do tipo nem uma cultura de dados propriamente dita.

Como uma empresa especializada pode ajudar?

Esses problemas podem ser uma barreira para o avanço da IA. No entanto, existe uma solução: a contratação de uma empresa especializada no assunto. A GO.K, uma ótima opção nesse sentido, oferece profissionais capacitados nesse tema a fim de desenvolver soluções efetivas com os padrões mais modernos disponíveis no mercado. Além disso, ela dispõe da infraestrutura e do poder computacional para fornecer à sua organização.

A IA é uma realidade no mercado. Muitas empresas já estão investindo nessa tecnologia e colhendo frutos reais, como redução de custos, aumento de precisão, otimização de processos e maior previsibilidade para as decisões. Sendo assim, é fundamental continuar estudando sobre como funciona a inteligência artificial para aplicá-la com eficácia.

Por falar nisso, que tal contar com o apoio de um time de especialistas nesse processo? Entre em contato conosco e entenda como vamos ajudar a sua empresa a obter melhores resultados. 

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.