O que é a Web Developer Roadmap?

Primeiro de tudo: o que é um roadmap? Basicamente é um roteiro. Nesse caso, um roteiro de estudos. Esse roteiro foi criado pelo Kamran Ahmed e adicionado como um repositório no github, então começou a receber pull requests para adicionar outros temas do que deveria ser estudado.

A medida que o projeto foi crescendo surgiram edições para cada ano, onde novas tecnologias eram acrescentadas. Um dos motivos para o sucesso desse roteiro foi que inicialmente ele dividia os temas entre front e back-end além de mostrar várias linguagens e frameworks que resolviam o mesmo problema, especificando as preferidas pelo autor, as alternativas e as que ele não recomendava.

Porém, nem só de linguagens e frameworks vive o programador, muitas vezes é preciso aprender alguns conceitos e colocar a prática de lado e focar na teoria. Nesse ponto, esse roteiro de estudos brilha. Pois ele divide os temas em conceitos básicos no início e de forma gradual, apresenta outros mais complexos e quando existe uma aplicação prática daquela ideia ele te apresenta as ferramentas do mercado.

Quem precisa desse tipo de coisa?

Eu preciso! Nunca fui muito fã de sala de aula e nunca consegui ter o mesmo ritmo de outros colegas de classe. Quando descobri que tinha como aprender sozinho, apliquei isso na minha vida e comecei a tentar aprender tudo de forma independente. A primeira coisa foi guitarra e o resumo foi que não deu certo. Descobri da pior forma que eu não poderia sair tentando aprender o solo de Sweet Child O’ Mine como minha primeira música. Eu não tinha a agilidade nos dedos, muito menos a força para apertar as cordas da maneira certa, mas isso não era o pior… Eu não tinha ideia do porque eu estava tocando cada nota, nem o nome de cada uma.

Sozinho eu aprendi que eu precisava de um roteiro do que estudar, tanto para saber por onde começar como para me situar onde eu estava no meu aprendizado. Essas coisas tiram um pouco a graça de aprender, porque sem saber o que estudar é muito difícil gerenciar as suas expectativas e talvez cause uma certa frustração, pois como eu, às vezes queremos ir à linha de chegada sem passar pela pista. Está muito filosófico, talvez deva ser tema de outro artigo.

Powered by Rock Convert

Se você gosta de estudar sozinho ou não sabe qual o próximo passo, talvez seja interessante dar uma olhada no developer roadmap ou algum outro guia de estudos.

Como começar?

Talvez não seja interessante do começo. Se você já está na área há tempos, você provavelmente conhece todos os conceitos básicos, né? Ou será que não? Você só vai descobrir isso percorrendo todo o caminho como um jovem gafanhoto e revisando tudo. Se você se deparar com algo que não sabia ou não lembrava, isso só vai deixar sua base mais sólida e você vai se sentir mais confiante.

Se você tem certeza de que não sabe, aí que tem que estudar mesmo. Pense nisso como um investimento, cada momento que você dedicar a estudar conceitos e documentações pode evitar inúmeras horas no Stack Overflow/Github tentando achar o mesmo problema que o seu contendo uma resposta de alguém que provavelmente leu o que você resolveu pular. Se você ainda não é tão bom no inglês pode acessar essa versão em português.

Qual trilha devo seguir?

Por mais que grandes empresas tenham vagas para especialistas a grande maioria vai exigir que você saiba tanto front-end quanto back-end. Algumas irão além e você vai precisar saber o básico de DevOps, mas não encare isso de forma negativa, tudo isso irá contar na sua bagagem e as integrações e deploys ficarão cada vez mais simples uma vez que você entende mais etapas do processo. Após esse período sendo um generalista, talvez você queira escolher uma área para se especializar pois com o tempo você vira um “Jack of all trades, master of none”, que se traduz como alguém que tem muitas habilidades ao custo de não se concentrar em uma.

Independente da trilha que você vai seguir agora, entender os conceitos é essencial. É o que vai separar o amador do profissional e é o que provavelmente vão te perguntar em entrevistas para vagas internacionais ou vagas nacionais para empresas grandes. Então foque em cada ponto dessa trilha e só passe para o próximo quando entender o atual, afinal esse pode ser mais um vértice em um grafo que representa o tema que você está aprendendo.

Conclusão

Acho que é isso por hoje. Não posso dar a fórmula de como aprender e se tornar o melhor programador, mas tudo isso acima foi o que aprendi ao longo da minha jornada. Até a próxima! 🖐

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.