O guia completo para implementar a transformação digital na empresa

Cada vez mais, torna-se necessário para as empresas adotar mudanças para modernizar os negócios. Isso implica em captar novos clientes, conseguir maior eficiência na disputa com concorrentes do mercado, agilizar processos, entre outros pontos fundamentais para os processos internos da empresa.

A transformação digital cumpre, assim, um papel fundamental para levar o negócio a um novo patamar, com a inserção de tecnologias fundamentais para um novo contexto, mais moderno e inteligente nas organizações.

Vamos mostrar o guia completo para implementar a transformação digital em seu negócio, auxiliando-o neste processo. Também, mostraremos quais são os principais benefícios em sua adoção. Boa leitura!

O que é a transformação digital?

A transformação digital diz respeito aos processos de adesão de tecnologias nos ambientes internos para a solução de problemas tradicionais. São ações que estão presentes em todos os aspectos da empresa, não se limitando apenas à área de Tecnologia da Informação.

Por se tratar de um tema que envolve a empresa como um todo, modificando os diversos processos internos, ela provoca uma verdadeira revolução na cultura interna. Isso exige a mudança de questões-base da organização, tais como:

  • questões fundamentais da área de tecnologia;
  • cultura interna;
  • operações;
  • entrega de valor;
  • monitoramento;
  • adequação à legislação vigente, como a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD);
  • formação das equipes, entre outros.

Ela já é adotada há anos, desde quando as primeiras tecnologias digitais começaram a ser implementadas nos negócios. Porém, recentemente, esse processo foi extremamente acelerado, principalmente, pelo despontar de tecnologias, ferramentas e metodologias como:

  • cloud computing;
  • Inteligência Artificial;
  • Big Data;
  • Data Analytics;
  • Machine Learning;
  • metodologias ágeis, entre outros.

Esse é um processo que não parará mais. Por isso, é fundamental que os gestores de TI acompanhem quais são as principais medidas que estão sendo adotadas nesse âmbito e de que forma é possível trazer essas questões para o ambiente interno da empresa.

Quais os benefícios para as empresas?

As empresas podem obter uma série de benefícios com a adoção da transformação digital em suas rotinas internas, fazendo uma verdadeira revolução em seus negócios. Vamos mostrar os principais deles, a seguir.

Otimizar os processos de trabalho

Um dos primeiros pontos em que a transformação digital interfere positivamente diz respeito à forma como realizar os processos de trabalho. Afinal, as soluções e tecnologias existentes permitem que você possa ter uma visão mais holística e integrada do negócio, visualizando eventuais gargalos existentes e garantindo um melhor fluxo de trabalho interno.

Além disso, tarefas mais técnicas e repetitivas podem ser feitas de forma automatizada, sem a necessidade de intervenção direta de um ser humano. Com isso, algumas atividades são realizadas com mais agilidade e eficiência do que eram manualmente, podendo ser feitas, também, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

É o caso, por exemplo, do disparo de e-mail marketing. Não é preciso mais que um colaborador da área de marketing cadastre e-mails ou realize o disparo manualmente.

Um único sistema é capaz de realizar a migração dos contatos enviados em formulários para os sistemas, criar o mailing, excluir os contatos que retirarem a assinatura, realizar os disparos no dia e horário agendado, entre outras tarefas.

Não há mais a necessidade de intervenção de um profissional. Isso tudo garante uma otimização dos processos internos, que passam a agir de forma mais eficiente, prática e ágil. Muito bom, não é mesmo?

Reduzir custos

Imagine poder fazer muito mais do que sua empresa já faz hoje, com um custo bem mais reduzido? É o que a transformação digital permite para o seu negócio.

Por meio dela, você pode implementar soluções capazes de automatizar uma série de funções que, anteriormente, eram feitas de forma manual e, assim gerar um menor valor por tarefa internamente.

Os exemplos para esse fim são diversos. Podemos falar da inserção de sensores nas máquinas da indústria, de forma que elas apontem quais são os principais índices de produtividade média interna. Quando houver algum tipo de discrepância, o sistema alerta o gestor responsável, que poderá solicitar um reparo ou manutenção preventiva.

Assim, a linha produtiva não para completamente, evitando prejuízos e desperdícios em sua rotina. O mesmo vale, por exemplo, para os profissionais de TI: se há um monitoramento do tráfego, é possível evitar gargalos que possam gerar paralisações nos serviços dos sites e plataformas, minimizando as chances de indisponibilidades.

Implementar a inovação no negócio

A transformação digital anda lado a lado com uma cultura de inovação em sua empresa. Por meio dela, é possível realizar a adoção de ferramentas, sistemas e modos de fazer que estejam mais alinhados com novas práticas do mercado, tendências e novidades capazes de deixar sua empresa sempre à frente da concorrência.

Isso é fundamental, principalmente, em áreas nas quais é um diferencial competitivo ter sempre soluções inovadoras. É o caso de quem trabalha, de forma direta ou indireta, com tecnologia. Sem isso, provavelmente, seu negócio seria ultrapassado pelos concorrentes.

Além disso, um ambiente de inovação é propício para geração de soluções criativas e novos modos de fazer. Isso pode elevar ainda mais a motivação dos seus colaboradores e a produtividade dos times.

Melhorar a experiência do cliente

A transformação digital é útil não só para questões internas. Por meio dela, é possível, também, melhorar a experiência do cliente. Por exemplo, a adoção de chatbots permite que seus potenciais clientes possam resolver questões mais simples rapidamente, sem maiores problemas, não precisando ter contato com o atendimento com o SAC.

Isso gera maior agilidade na resolução de questões, o que eleva a experiência do cliente com o seu negócio, o que pode acontecer de diversas formas:

  • atendimento personalizado;
  • plataformas intuitivas;
  • uso de aplicativos ligados ao seu negócio;
  • ofertas exclusivas;
  • indicações de produtos ou serviços focados nas necessidades do seu cliente;
  • ações inovadoras, entre outras.

Gerar uma maior integração interna

Outro ponto importante é que os diversos plugins e programas internos permitem que se crie uma comunicação mais facilitada entre os setores, bem como uma visão integrada do negócio. Por exemplo, a adesão de um sistema ERP (Enterprise Resource Planning) permite que, em um mesmo dashboard, o gestor possa verificar os dados de diversos setores de forma integrada, compreendendo como cada um interfere nos demais.

Isso permite identificar rapidamente quais são os pontos que exigem intervenções imediatas para poder aliviar outras áreas. Por exemplo, se o setor de marketing estiver com dificuldades para geração de leads qualificados, isso interfere diretamente nos resultados do setor de vendas.

Assim, a transformação digital oferece as mudanças internas necessárias para que minimize-se os problemas internos.

Como adotar a transformação digital no negócio?

Diante do que falamos anteriormente, é nítido perceber que a transformação digital é uma demanda urgente das organizações. É fundamental adequá-las ao novo cenário, sob pena de perderem espaço no mercado.

Sua adesão deve ser feita, também, de forma impecável, a fim de garantir que seja possível obter o melhor custo-benefício em sua realização. Vamos apontar os principais pontos para implementá-la, a seguir.

Entender as demandas e objetivos da empresa

Um primeiro passo é olhar para seu negócio e compreender: como estou realizando minhas práticas internamente? A tecnologia tem um papel principal em meu negócio ou ela ainda está como coadjuvante nos processos? Quais são as ações passíveis de ser realizadas com uso da tecnologia, ou que possam ser facilitadas por meio dela?

Além disso, avalie: o que é prioridade no momento para ser modificado? O que pode ficar para uma segunda etapa? O que implica, necessariamente, no core business da organização, e o que não causa tantos impactos assim nas atividades principais?

Todas essas questões são importantes e fundamentais para definir quais são as demandas mais urgentes e que, portanto, precisam ser avaliadas em um primeiro momento, e quais delas podem ficar para outra onda. Pode-se, assim, definir um planejamento de adoção da transformação digital.

Isso é essencial, afinal, estamos falando de questões que levam a mudanças estruturais. Sendo assim, gera custos financeiros, alterações de práticas internas, treinamento de colaboradores, aquisição de soluções e equipamentos, entre outros pontos importantes.

Por isso, faça um mapeamento de processos da organização como um todo e avalie de que forma é possível encurtar etapas e realizar integração de funções no ambiente interno.

Saber escolher as tecnologias

Nem todas as tecnologias que despontam no mercado, atualmente, serão úteis ou trarão resultados para sua empresa, pois podem não se adequar aos objetivos e necessidades internas. Por isso, é fundamental saber escolher quais são aquelas que podem trazer, de fato, os resultados esperados e alavancar os resultados.

Além disso, é preciso comparar o custo-benefício de cada uma das soluções. Por exemplo, um software pode demandar menos gastos, mas não dialoga com outras ferramentas, o que poderia gerar outros gargalos internos. Portanto, avalie com cuidado essa questão, pois poderá implicar em problemas futuros em seu negócio.

Mudar a cultura da organização

A transformação digital não é apenas a mera adoção de ferramentas — é conseguir aplicar uma lógica digital, de inovação tecnológica. Isso perpassa, portanto, a uma mudança na cultura da organização, o que implica em uma série de questões.

Por exemplo, se os setores passarão, assim, a ter uma maior integração em suas atividades, será fundamental que os colaboradores também entendam a importância de atuar nessa lógica. Caso contrário, os resultados poderão ser desastrosos, ou então, as ferramentas não surtirão o efeito desejado, porque as equipes não conseguem atuar dentro desse contexto de transformação digital.

Para auxiliar nisso, remodele a estrutura da sua empresa, traga uma cultura de inovação para o ambiente interno, realize treinamentos com seus funcionários, não só para aprenderem a utilizar as soluções, mas também, para entenderem o seu papel dentro dessa lógica. Incentive o trabalho em equipe. Com essas questões, você consegue fazer o sistema como um todo funcionar de forma sinergética, rendendo os resultados esperados.

Lembre-se, também, que esse contexto exige que os gestores trabalhem para gerar o domínio no uso das ferramentas mais modernas e eficientes do mercado. Portanto, uma cultura de estímulo à aprendizagem contínua deve ser incorporada nesse ambiente.

Monitore os resultados

Toda mudança na cultura interna perpassa um período de adaptação, no qual é preciso avaliar os resultados encontrados e afinar algumas questões. Afinal, funcionários aprenderão a lidar com novas lógicas e ferramentas, a empresa entrará em um novo patamar de inovação, gestores deverão aprender a liderar seus times de forma sinergética com outros gestores, e assim sucessivamente.

Para acompanhar se todas as questões estão ocorrendo de forma adequada, é fundamental elencar métricas para serem mensuradas periodicamente. O objetivo é verificar quais são os pontos que estão sendo bem-sucedidos e quais precisarão de adaptação para garantir fluidez na nova forma de realizar processos.

Assim, você poderá identificar, também, o retorno sobre o investimento na transformação digital e verificar quando recuperará os recursos investidos sobre essas questões.

Trabalhar com uma empresa especializada

Como você pôde perceber, há muito em jogo quando falamos na adoção da transformação digital, não é mesmo? Trata-se de um investimento elevado, que mudará muitas questões internas no seu negócio. Portanto, é fundamental ter uma empresa especializada em inovação tecnológica para lidar com essas mudanças.

Nesse caso, os especialistas auxiliarão em todos os passos que listamos anteriormente. Eles vão analisar quais são as principais demandas internas do negócio, quais são os processos que podem ser otimizados, de que forma se pode estabelecer um novo desenho de estrutura interna que traga, de fato, a adoção de uma cultura colaborativa, de inovação e capaz de aproveitar ao máximo as potencialidades das soluções tecnológicas.

Para que isso funcione adequadamente, você precisa escolher as melhores empresas para a realização do processo de adoção de transformação digital, que sejam especialistas nesse tipo de serviço. Os profissionais conseguirão potencializar os pontos-fortes do seu negócio e, assim, garantir maior competitividade no mercado.

A GO.K tem expertise no mercado de inovação. Temos os melhores analistas que avaliarão a conjuntura da sua empresa e traçarão planos eficientes de implementação de novas tecnologias. Temos certeza de que a transformação digital em seu negócio será muito bem-sucedida nas mãos de nossos profissionais.

Entre em contato, converse com um de nossos atendentes e saiba mais sobre o tema.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.