Como melhorar a eficiência operacional na área de TI?

O setor de TI deixou de ser há muito tempo uma área responsável apenas por dar suporte técnico às operações de uma empresa. Uma vez que a informação tornou-se um ativo valioso no mundo corporativo, é necessário enxergar a TI de outra forma.

Na prática, o setor passa a ser decisivo não só acerca das novas tecnologias, mas também dos aspectos gerenciais e da maior integração com os outros departamentos. Portanto, sua eficiência operacional é fundamental e os gestores devem buscá-la para uma maior desenvoltura, produtividade e vantagem comparativa em relação aos concorrentes.

Quer saber como aumentar a eficiência operacional na área de TI? Continue a leitura do nosso artigo e fique por dentro!

Por que a eficiência operacional na área de TI é importante?

As empresas devem prezar tanto por uma boa presença digital quanto pela eficiência dos seus processos internos como um todo. Ao agirem dessa maneira, as chances de elas gerarem satisfação nos clientes e fidelizá-los serão maiores, uma vez que existe toda uma organização e gestão por trás do sucesso do negócio.

O setor de TI é essencial para promover as melhorias das quais as empresas precisam. Com ele, é possível agilizar os processos, eliminar aqueles que são desnecessários ou automatizar os que demandam muito tempo, o que permite que as equipes sejam mais produtivas.

A integração da TI com os outros setores é de grande importância, pois, por meio de tecnologias como o Big Data e o Business Intelligence, os dados que antes estavam dispersos e disformes podem se tornar insights para gestores e colaboradores. Com isso, a gestão do negócio como um todo pode ser aprimorada e é possível aperfeiçoar continuamente a experiência do consumidor e explorar novos mercados de consumo.

Como melhorar a eficiência operacional na área de TI?

Agora que você entendeu a importância da eficiência operacional na área de TI, acompanhe as dicas que separamos de como implementá-la na prática!

Reavalie a infraestrutura de TI

Uma infraestrutura de TI composta de servidores físicos implica custos que podem se tornar proibitivos para o negócio. Além dos gastos com o espaço onde os equipamentos estão, é preciso levar em consideração a refrigeração do ambiente e o uso de nobreaks, no intuito de evitar a perda de dados em caso de queda na energia elétrica.

Antes de implementar uma solução efetiva, é necessário primeiro realizar um levantamento acerca da quantidade de servidores físicos e demais equipamentos que são utilizados. Com essa organização inicial, fica mais fácil dimensionar corretamente o nível de redução no uso desses dispositivos de hardware.

Infraestrutura de TI na nuvem

Uma das melhores formas de reduzir custos com infraestrutura é a adoção da nuvem. Ela possibilita alocar recursos de processamento e armazenamento em data centers fora da companhia, reduzindo ou até eliminando por completo o uso de servidores físicos, nobreaks e aparelhos de refrigeração.

Na prática, pode-se fazer uma terceirização de muitos serviços não estratégicos ao negócio para empresas especializadas. Com essa opção, a companhia contratante paga uma assinatura mensal para ter direito a recursos de armazenamento e processamento sob demanda.

Padronize processos recorrentes

Para uma boa padronização das rotinas, o melhor caminho é trabalhar de maneira integrada e utilizando as mesmas métricas. Vale salientar, no entanto, que é preciso ter flexibilidade na hora de executar essa tarefa.

Em outras palavras, deve-se observar que a TI é uma área com inovações constantes, de modo que, se houver uma padronização excessiva, pode acontecer um engessamento, que prejudica o bom andamento das atividades.

Invista em automação

A automação de processos no setor de TI ajuda os profissionais a serem mais ágeis e produtivos, no sentido de eliminar rotinas repetitivas e propensas a erros. Dentre esses procedimentos, podemos citar:

  • backups;
  • atualizações;
  • organização de dados;
  • varreduras de sistema, a fim de detectar vulnerabilidades e ameaças.

Melhore a gestão de help desk

Em poucas palavras, o help desk consiste no atendimento ao usuário, que pode ser interno ou externo à companhia. Uma das formas de implementar com sucesso esse tipo de solução é com os chamados assistentes virtuais, que nada mais são do que caixas de diálogo capazes de interagir e solucionar demandas recorrentes.

Entre as tecnologias usadas nesses assistentes, estão a Inteligência Artificial e o Machine Learning. Este último contribui para a resolução de problemas mais específicos e complexos dos usuários.

Nesse sentido, os assistentes virtuais podem ser úteis para promover o autoatendimento, com o objetivo de evitar que os profissionais de TI tenham que demandar tempo em problemas que podem ser facilmente resolvidos, por meio de um serviço de help desk.

Cuide da segurança da informação

À medida que os dados se tornaram valiosos para as empresas, a proteção e a segurança deles também devem ser uma preocupação constante. Por essa razão, o setor de TI deve implementar formas de mitigar os riscos de extravio das informações sensíveis e críticas da companhia.

Com a adoção da computação em nuvem, por exemplo, é possível fornecer um elevado nível de segurança, uma vez que existe a chamada criptografia de dados.

Como a consultoria de TI ajuda a melhorar o ROI e a reduzir custos?

Uma consultoria de TI é muito importante para ter uma noção extra de todas as melhorias que devem ser implementadas na área. Isso porque o serviço conta com profissionais atualizados e capacitados para, em parceria com os gestores e os colaboradores, encontrarem as melhores soluções para o setor.

Embora pareça um custo em um primeiro momento, a consultoria deve ser vista como um investimento indispensável. É por meio dela que a empresa consegue, por exemplo, melhorar o ROI (retorno sobre o investimento). Na prática, é útil para mitigar os gargalos operacionais, de modo a promover uma melhor alocação dos recursos financeiros da companhia, refletindo diretamente na redução de custos.

A eficiência operacional do setor de TI é fundamental dentro de uma empresa, por ser uma área que vai muito além de dar suporte e manutenção aos sistemas internos do negócio. O seu papel tornou-se estratégico e, se for bem gerido e monitorado, pode conferir uma vantagem comparativa em relação aos concorrentes.

Viu como a eficiência operacional da TI é importante? Aproveite a visita ao nosso blog e siga a GO.K nas redes sociais. Temos perfis no Facebook, no LinkedIn e no Instagram!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.